Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Conteúdo do artigo

Zuckerberg demonstra espécie de Facebook em realidade virtual

Informações do artigo

  • 15

Mark Zuckerberg, o fundador e presidente do Facebook, revelou em evento realizado nesta quinta-feira, 6, seus planos para o Oculus Rift, visor de realidade virtual que a empresa adquiriu em 2014. Uma demonstração exibida ao vivo chamou a atenção dos espectadores.

Por alguns minutos, Zuckerberg mostrou ao público que acompanhava o evento o protótipo de uma rede social que funciona em realidade virtual com o Rift. No app, usuários podem criar seus próprios avatares e interagir com amigos em qualquer lugar do mundo como se eles estivessem realmente ali.

Nesse espaço virtual, os usuários podem se ver e ouvir (ou melhor, podem ver e ouvir seus avatares) e realizar diversas atividades, como jogar xadrez, cartas, explorar a superfície de Marte e até o fundo do mar. Além disso, é possível atender chamadas em vídeo dentro do ambiente virtual e tirar fotos.

O Rift consegue até identificar as expressões no rosto do usuário para reproduzí-las no avatar, além de criar objetos com base em desenhos feitos a mão, como uma espada. O conceito parece um pouco confuso, mas é, ao mesmo tempo, muito impressionante.

Zuckerberg não revelou data de lançamento ou qualquer outro detalhe sobre esse aplicativo. A princípio, a demonstração pareceu mais um teste conceitual, uma ideia do que o Rift pode fazer com a experiência social do Facebook, do que a promessa de um software que realmente vai existir e funcionar um dia.

Para ter uma noção melhor de como foi a apresentação desse protótipo, veja o video que o próprio Mark Zuckerberg postou em seu perfil do Facebook:

Fonte: Olhar Digital

Menu voltado para os artigos