Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Sem Comentários

Conteúdo do artigo

VPN AZURE – Conectividade Altamente Disponível

Informações do artigo

Sobre a redundância do gateway de VPN do Azure

Cada gateway de VPN do Azure consiste em duas instâncias em uma configuração ativa e em espera. Para qualquer manutenção planejada ou interrupção não planejada que ocorre na instância ativa, a instância em espera deve assumir (fazer o failover) automaticamente e retomar as conexões de VPN S2S ou VNet com VNet. A troca causará uma breve interrupção. Para uma manutenção planejada, a conectividade deve ser restaurada dentro de 10 a 15 segundos. Para os problemas não planejados, a recuperação da conexão será mais longa, aproximadamente de 1 a 3 minutos, no pior caso. Para as conexões do cliente VPN P2S com o gateway, as conexões P2S serão desconectadas e os usuários precisarão reconectar a partir dos computadores cliente.

O diagrama mostra um site local com sub-redes IP privadas e VPN locais conectadas a um gateway VPN ativo do Azure para se conectar a sub-redes hospedadas no Azure, com um gateway disponível em espera.

 

Vários dispositivos VPN locais

Você pode usar vários dispositivos VPN a partir de sua rede local para conectar o gateway de VPN do Azure, como mostrado no diagrama a seguir:

 

Gateway de VPN do Azure ativo

Agora, você pode criar um gateway de VPN do Azure em uma configuração ativa, onde ambas as instâncias das VMs de gateway estabelecerão túneis VPN S2S para seu dispositivo VPN local, como mostra o diagrama a seguir:

O diagrama mostra um site local com sub-redes I P privadas e uma V P N local conectada a dois gateways V P N ativos do Azure para se conectar a sub-redes hospedadas no Azure.

 

Dupla redundância: gateways VPN ativos para redes locais e do Azure

A opção mais confiável é combinar os gateways ativos em sua rede e no Azure, como mostrado no diagrama abaixo.

Aqui, você cria e configura o gateway de VPN do Azure em uma configuração ativa e cria dois gateways de rede locais e duas conexões para seus dois dispositivos VPN locais como descrito acima. O resultado é uma conectividade de malha completa de quatro túneis IPsec entre sua rede virtual do Azure e a rede local.

 

Conectividade de VNet com VNet de Alta Disponibilidade através de Gateways VPN do Azure

A mesma configuração ativa pode também se aplicar às conexões entre as VNets do Azure. Você pode criar gateways de VPN ativos para ambas as redes virtuais e conectá-los para formar a mesma conectividade de malha completa de quatro túneis entre duas VNets, como mostrado no diagrama abaixo:

O diagrama mostra duas regiões do Azure que hospedam sub-redes I P privadas e dois gateways V P N do Azure por meio dos quais os dois sites virtuais se conectam.

 

Para referência e requisitos, acesse:
Conectividade Altamente Disponível entre os locais e VNet com VNet

 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Menu voltado para os artigos

Vamos conversar pelo whatsapp?