Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Conteúdo do artigo

Como garantir segurança online nas pequenas empresas?

Informações do artigo

  • 161

Dez dicas da FCC ajudam companhias de pequeno e médio portes a aumentar a proteção contra ataques virtuais.

Navegar nos mares do e-commerce pode ser assustador para pequenas empresas por conta dos altos riscos da segurança online, mas há alguns passos que podem ser tomados para a própria proteção.

A opinião é de um grupo de especialistas que se reuniu, nos Estados Unidos, em um fórum da Comissão Federal de Comunicações do país (FCC) para falar sobre segurança online para companhias de menor porte.

Muitas vezes, as pequenas empresas não se vêm como alvo, mas elas deveriam saber que, se até pessoas físicas são vítimas, elas são alvo como qualquer outra.

O FCC divulgou  dez dicas de segurança online para pequenas e médias empresas, com base nas discussões. Confira.

1 – Treine os funcionários: Estabeleça melhores práticas para proteger dados e comunique os funcionários regularmente. Estabeleça regras de comportamento e descreva como lidar com informações sensíveis. Deixe claras as penalizações caso haja displicência ao seguir essas regras.

2 – Proteja informação, computadores e redes dos ataques de vírus, spyware e outros códigos maliciosos: Essas soluções devem ser instaladas e atualizadas com frequência. Há diversos pacotes de soluções no mercado que permitem atualização e varredura automática. Use esses recursos.

3 – Crie um firewall para a conexão de internet: Mantenha sempre um firewall entre a rede interna e a Internet, com atualização constante. Se os funcionários trabalham de casa, certifique-se de que seus sistemas domésticos estão protegidos por firewalls.

4 – Faça download de atualizações dos sistemas operacionais e aplicativos assim que eles  aparecem disponíveis: Todas as atualizações trazem correções importantes de segurança.

5 – Faça backup de todas as informações e dados importantes: A perda de certos dados pode tirar uma empresa do mercado. Saiba quais são os dados fundamentais e faça backup automático, diariamente de preferência.

6 – Controle o acesso físico dos computadores e componentes de rede: As opções de segurança dos sistemas operacionais, com senhas e proteção de dados, devem ser utilizadas, principalmente em laptops, cujo roubo é mais comum. Além disso, certifique-se de que o notebook esta preso com cadeado específico quando ninguém estiver por perto.

7 – Torna redes Wi-Fi mais seguras: Se você tem rede Wi-Fi, esconda e coloque senhas fortes, que garantam a segurança. Opte por não divulgar o nome da rede para equipamentos que as rastreiam e use a chave criptográfica mais moderna.

8 – Peça senhas de cada profissional: Crie usuários para cada funcionário e configure os sistemas para que as senhas sejam sempre usadas.

9 – Limite o acesso dos funcionários a dados e informações e a instalação de software: Não ofereça acesso a sistemas de dados completos para os funcionários, apenas conceda aquilo que ele precisa para seu trabalho. Os funcionários devem ser impedidos, também, de instalar software sem permissão.

10 – Troque senhas com frequência: Quanto mais tempo as senhas permanecem com o mesmo nome, mais gente fica sabendo delas, graças ao compartilhamento que os funcionários fazem muitas vezes. Mude senhas a cada três meses.

Fonte: Computerworld

Menu voltado para os artigos