Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Sem Comentários

Conteúdo do artigo

Ransomware: como a tecnologia da ESET te mantém protegido

Informações do artigo

  • 1553
  • Antivírus, Protegido com Eset, Ransomware, Tecnologia Eset,
  • Eset

Durante 2017 vimos como o ransomware é capaz de infectar milhões de usuários ao redor do mundo, como em ataques WannaCryptor e NotPetya. Queremos te dar todos os detalhes de como nossa tecnologia te protege desse ataque, não somente para que você fique tranquilo, mas também para que possa ver mais claramente como nossas soluções funcionam.

O ransomware é um malware que ao infectar um equipamento pode criptografar arquivos ou até mesmo o próprio equipamento, para depois pedir um resgate em dinheiro por eles. Um dos principais meios pelo qual esse código malicioso se propaga é através de e-mail. Inicialmente essa ameaça chegava como um arquivo anexado, mas os cibercriminosos mudaram esse método anexando uma URL para que o usuário clique no link e assim baixe um arquivo malicioso, através de técnicas de Engenharia Social. Neste sentido, a tecnologia de reputação e cache da ESET é capaz de detectar essa URL maliciosa e evitar que o arquivo infectado seja baixado, se tratando de um ransomware ou de qualquer outro tipo de código malicioso.

No vídeo animado abaixo (habilite a legenda em português através do botão de legenda ou pelo ícone Definições), você pode entender melhor o que é esse tipo de código malicioso e conhecer um pouco mais suas características:

Outra tecnologia de nossos produtos para prevenir ataques de ransomware é o Cloud Malware Protection System, encarregado de coletar e analisar assinaturas de vírus de todo o mundo para determinar se são algum tipo de ameaça ou não. Através de um sandboxing automático e uma análise de comportamento, caso haja a confirmação de um arquivo malicioso essa informação é compartilhada com todos os usuários da ESET, sem ter de esperar uma próxima atualização da base de assinaturas de vírus.

WannaCry, ou também conhecido como WannaCrypt, começou a se propagar pelo planeta em uma escala e velocidade sem precedentes, através de um exploit EternalBlue e se aproveitou de uma vulnerabilidade do sistema operacional Windows para se propagar.

(Para verificar se seu computador possui o patch contra esse tipo de exploit, clique aqui).

Para essa situação a ESET conta também com a tecnologia Network Attack Protection. Essa função é uma extensão do firewall e melhora a detecção de ameaças que tentam se aproveitar de vulnerabilidades conhecidas no nível da rede. Ao detectar erros comuns nos protocolos mais usados (como SMB, RPC e RDP) é somada outro importante nível de proteção contra todo tipo de código malicioso, ataques que circulam pela rede e os exploits que ainda não possuem um patch correspondente.

Do mesmo modo, nossos produtos notificam caso exista uma atualização para o sistema, o que sem dúvida é um grande lembrete para manter seus equipamentos e aplicativos em dia.

O ransomware é uma das ameaças que mais cresceu e evoluiu nos últimos tempos: os meios de propagação, tipos de criptografia que utiliza e os meios de pagamento que o cibercriminoso aceita.

No entanto, dentro da programação de todo ransomware continuam existindo certas linhas de código específicas como: “baixar arquivo a partir de”, “criar arquivos em”, “buscar extensão X”, etc.

Por conta da detecção por DNA, nossas soluções podem detectar até mesmo novas variantes que ainda não são conhecidas. Essa tecnologia busca linhas de código específicas que contenham instruções maliciosas, como as mencionadas anteriormente, para determinar se um elemento é infectado, ou até mesmo suspeito, e assim notificar para que as medidas necessárias sejam tomadas, evitando um possível incidente.

Como podemos ver, o ransomware é uma das ameaças que está em alta e a qual acompanharemos seus novos truques por um bom tempo. O importante para estar protegido é contar com soluções de segurança que contenham múltiplos níveis de proteção e tecnologias para evitar a infecção dessa ameaça por qualquer meio.

Se deseja obter mais informação, não esqueça de visitar regularmente o WeLiveSecurity, nosso portal de notícias de segurança. Você também pode baixar gratuitamente nosso Kit Anti-Ransomware para encontrar dados importantes sobre essa ameaça e como se proteger ao máximo dela.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Menu voltado para os artigos