Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Conteúdo do artigo

Mineirão investe R$ 60 milhões em TI para a Copa do Mundo

Informações do artigo

  • 32

 

Para se adequar aos padrões internacionais exigidos pela Fifa, o Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), localizado em Belo Horizonte (MG), investiu R$ 60 milhões em TI.

Entre as quais inclui-se a implementação da solução de gerenciamento de data center NetAppFlexPod que controla, dentre outras funções, os dados gerados por todas as câmeras de vídeo da arena, o sistema de som e o acesso às catracas.

Os componentes da plataforma FlexPod incluem os sistemas de storage unificado da NetApp, os servidores Cisco Unified Computing System e os switches Cisco Nexus. A solução realiza ainda deduplicação, replicação de dados e snapshot, essencial para armazenar e distribuir dados e forma otimizada, com o menor custo possível.

A solução registra a fisionomia de cada um dos 64 mil torcedores (capacidade total do estádio) e armazena nos sistemas. A infraestrutura de armazenamento de dados adotada pelo consórcio Minas Arena foi desenvolvida pela NetApp. A capacidade total de armazenamento de dados instalada é de aproximadamente 200 TB – equivalentes a 30 milhões de fotos em alta resolução (16 megapixels).

A infraestrutura, desenhada para uma disponibilidade de 99,9%, já foi testada e aprovada, uma vez que o Mineirão foi o primeiro estádio da Copa do Mundo a ficar pronto. Os dados trafegam facilmente entre os diferentes pontos do estádio onde eles são requisitados, com disponibilidade imediata.

A integradora Added, de São Paulo, parceira estratégica da NetApp no Brasil e encarregada da implementação do projeto, instalou a solução, que contempla dois data centers que atuam como unidades de recuperação de desastres simultaneamente. Os dados são replicados em ambas as direções, utilizando o Netapp Snapmirror Synchronous totalmente integrado ao VMware Site Recovery Management (SRM).

A integração por meio de computação, rede, armazenamento e orquestração de componentes da plataforma FlexPod garante facilidade na implantação, no tratamento dos dados, além de garantir eficiência de custo. A plataforma, desenvolvida em parceria com a Cisco, segundo a NetApp, tem baixo risco de implementação e aumenta a capacidade oferecer respostas ágeis para os negócios.

Fonte: ComputerWorld

Menu voltado para os artigos