Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Conteúdo do artigo

Microsoft entra para a Fundação Linux 15 anos após chamar Linux de ‘câncer’

Informações do artigo

  • 30

A Microsoft é uma empresa que nasceu e cresceu com um negócio baseado em software proprietário licenciado para fabricantes ou usuários dispostos a pagar por seus programas. Em 2001, o então presidente da empresa, Steve Ballmer, chegou a dizer que o Linux, uma iniciativa de código aberto, era um “câncer” para a indústria.

Pouco mais de 15 anos depois, a relação entre Microsoft e Linux mudou radicalmente. A empresa passou a investir mais em soluções de código aberto, disponibilizando gratuitamente ferramentas como o PowerShell, o Visual Studio e até o motor JavaScript do Microsoft Edge.

Nesta quarta-feira, 16, a Microsoft finalmente oficializou seu romance com a iniciativa Linux ao anunciar que fará parte da Fundação Linux, uma organização sem fins lucrativos formada por diversas outras empresas interessadas no crescimento e na padronização do software livre.

A participação da Microsoft na fundação inclui a doação de US$ 500 mil anualmente, assim como outras gigantes do setor, incluindo HP, Intel, IBM e Oracle.

Fonte: OlharDigital

Menu voltado para os artigos