Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Sem Comentários

Conteúdo do artigo

Hackers que invadiram site da CMBH dizem que mostraram falhas em sistema

Informações do artigo

  • 189
  • Ataque hacker, Invasão site prefeitura BH,
  • O Tempo


Mensagem que apareceu brevemente após invasão do site da Câmara de BH.
Foto: Reprodução/Internet

O grupo de hackers “99Cr3w” que reivindicou a autoria do ataque ao site da Câmara Municipal de Belo Horizonte nesta quarta-feira (03), afirmou para O Tempo que eles fazem este tipo de ação “por diversão e pra mostrar as falhas dentro do sistema”.

Em mensagem enviada à reportagem pelas redes sociais, os invasores informaram também que não alteraram nada no sistema. “Dada dentro do sistema foi corrompido e nem nada do tipo, foi feita apenas a alteração da index principal (Deface)”, destacaram.

Ainda segundo a resposta enviada pelo 99Cr3w o sistema da Câmara não apresentou dificuldade de acesso.  “Os logins de acesso da página não eram complexos e a senha não tinha nenhum tipo de criptografia e nisso tornou nosso trabalho mais fácil”, revelaram os Hackers.

A assessoria de imprensa da Câmara afirmou que procuraria a polícia para registrar um Boletim de Ocorrência (BO) ainda nesta quarta. A assessoria ainda disse que evidências sobre o ataque hacker estão sendo coletadas para que constem no registro.

Entenda o caso 

O portal da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) saiu do ar na terça (2) após um suposto “ataque hacker”. Por volta das 15h40 o serviço foi reestabelecido, totalizando aproximadamente 5 horas de apagão virtual no Legislativo municipal.

Devido ao problema no sistema, que aconteceu durante a transmissão da CPI da Covid, os depoimentos foram suspensos por 10 minutos, a partir das 10h19. O presidente da comissão, vereador Juliano Lopes (Agir) anunciou a pausa. “Nós vamos suspender a reunião por 10 minutos. A partir de 10h19. Houve uma invasão no site da Câmara, feita por hackers. E quem estava acompanhando a CPI pelo site não está conseguindo acessar”, disse.

Depois da interrupção, a transmissão online foi mantida no Youtube. Nos primeiros minutos após o portal sair do ar, a página inicial constava a mensagem “Site invadido por 99CR3W” e não era possível acessar os links internos.

De acordo com o comunicado, devido ao problema, as transmissões ao vivo das reuniões foram transferidas para o canal da Câmara no YouTube, e o material seria recolocado no portal após o completo restabelecimento.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Menu voltado para os artigos

Vamos conversar pelo whatsapp?