Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Sem Comentários

Conteúdo do artigo

Falha no AWS deixa sites e serviços fora do ar novamente

Informações do artigo

Falha no AWS deixa sites e serviços fora do ar novamente - Olhar Digital

A Amazon Web Services (AWS) apresentou novamente uma falha nesta quarta-feira (22) e deixou diversos sites e serviços fora do ar. O AWS é o principal provedor de nuvem do mundo e já apresentou problemas em outras situações recentes, deixando usuários de muitos serviços sem acesso.

De acordo com a página de status do AWS, o problema começou por volta das 9h30 (horário de Brasília) e foi causado por uma queda de energia em alguns data centers da empresa no estado da Virgínia do Norte, nos Estados Unidos. A maior parte dos serviços já foram retomados.

AWS com instabilidade

“Podemos confirmar uma perda de energia em um datacenter em uma única Zona de disponibilidade na região US-EAST-1 (zona leste dos EUA). Isso está afetando a disponibilidade e a conectividade com as instâncias EC2 que fazem parte do datacenter afetado dentro da Zona de Disponibilidade afetada”, diz o aviso.

Segundo o Downdetector, que monitora falhas e erros em serviços online, Trello, Mercado Livre, Slack, Epic Games e o próprio site da Amazon estão sofrendo instabilidade após o problema no AWS. A empresa diz que trabalha para restaurar o serviço e que alguns sites já foram retomados, mas que a instabilidade ainda pode ser registrada em algumas páginas.

Imagem: Reprodução/Downdetector

“A maioria dos serviços da AWS também se recuperou, mas os serviços que hospedam endpoints nos VPCs do cliente continuam a ver algum impacto enquanto trabalhamos para a recuperação completa”, finaliza.

No último dia 7 de dezembro, o serviços como Amazon, Disney Plus, ‘League of Legends’, ‘PUBG’, Canva, Prime Video e serviços nacionais, como o C6 Bank e iFood apresentaram instabilidade e interrupções. E de acordo com a Amazon Web Services (AWS), a causa foi uma sobrecarga em um processo automatizado da sua rede.

A explicação veio em um relatório publicado na página da própria empresa. “Uma atividade automatizada para dimensionar a capacidade de um dos serviços da AWS hospedados na rede principal da AWS desencadeou um comportamento inesperado de um grande número de clientes dentro da rede interna”, afirma a Amazon.

 

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Menu voltado para os artigos