Cabeçalho do site

Barra de acessos extras do site

Barra de acessos extras do site

English Português Español

Área de acessos a todo o site

Página de apresentação de um artigo

Banner do artigo

Conteúdo do artigo

Brasil está entre os países mais afetados pelo ransomware WannaCry

Informações do artigo

  • 68
  • Afetados pelo ransomware, Brasil, WannaCry,
  • Computer World

País foi o quinto país mais afetado e também o quinto colocado na lista de dispositivos vulneráveis, de acordo com estudo da Avast. Rússia lidera nos dois quesitos.

Após o megaciberataque do ransomware WannaCry na última sexta-feira, 12, que tirou do ar os sistemas de diversas empresas e serviços públicos em todo o mundo, muitos computadores equipados com as versões do Windows alvos do ataque foram atualizados, mas o risco continua grande, segundo as últimas estatísticas obtidas pela Avast.

A empresa de segurança cibernética criou uma lista de países com a porcentagem de computadores que ainda não atualizaram com o MS17-010 da Microsoft. Sem isso em sem uma solução de segurança com antivírus, os usuários continuarão vulneráveis aos ataques. Em termos globais, 15% dos usuários da Avast ainda não aplicaram a atualização. Os dados foram obtidos nesta segunda-feira, 15.

O ransomware atacou uma brecha no Windows, que ficou conhecida após o vazamento de ferramentas sigilosas usadas pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA).

Nesta segunda-feira, 15, a Microsoft liberou um patch de correção para o Windows XP, Windows Server 2003 e Windows 8 — sistemas para os quais a empresa não fornece mais suporte principal.

De acordo com a Avast, a Rússia foi o país mais afetado pelos ciberataques. O Brasil foi o quinto país mais afetado e também o quinto colocado na lista de dispositivos vulneráveis.

Veja os dez países mais afetados pelo WannaCry em número de detecções:

  1. Rússia = 113.692
  2. Ucrânia = 26.658
  3. Taiwan = 22.736
  4. Índia = 4.108
  5. Brasil = 2.114
  6. Argentina = 742
  7. Estados Unidos = 716
  8. Japão = 648
  9. República Checa = 560
  10. Grã Bretanha = 440

Veja também os dez países com o maior número de dispositivos vulneráveis:

  1. Rússia = 20,84%
  2. Indonésia = 20,49%
  3. Índia = 18,53%
  4. Argentina = 18,42%
  5. Brasil = 17,56%
  6. México = 14,71%
  7. Eslováquia = 12,97%
  8. Polônia = 12,77%
  9. Espanha = 12,60%
  10. República Tcheca = 9,81%

Menu voltado para os artigos